Converse agora

Distúrbios do sono

Falar enquanto dorme: entenda as causas desse problema

Você já ouviu falar em sonilóquio? Pode ser que a palavra não pareça familiar, mas seu significado sim. Trata-se do ato de falar enquanto dorme. Se você passa frequentemente por isso, certamente você já se perguntou sobre as causas desse comportamento. Afinal, por que as pessoas falam enquanto dormem? Trata-se de um distúrbio grave ou indicativo de uma doença mais séria? E principalmente, há como diminuir o problema, que muitas vezes pode acabar incomodando o sono de quem dorme ao nosso lado?

Continue a leitura do texto e descubra!

Quais são as causas de falar enquanto dorme?

O soniloquismo — ou falar enquanto dorme — é uma manifestação normal da atividade cerebral. Por isso, é considerado um distúrbio do sono benigno, ou seja, que não costuma indicar nenhum tipo de doença grave.

Essa atividade noturna das ondas cerebrais leva a formulação de pensamentos inconscientes e, nesse caso, na expressão de uma parte ou totalidade deles. Ao falar enquanto dorme a pessoa pode murmurar palavras ou expressões soltas ou mesmo proferir frases inteiras, sem que isso tenha obrigatoriamente qualquer conexão com a realidade.

O problema acontece na maior parte das vezes na fase do sono profundo, aquela em que não sonhamos. Também é bastante frequente nas crianças, em que a coordenação entre o controle da linguagem e dos músculos da face ainda não está totalmente desenvolvida.

O sonilóquio também pode ser provocado por quadros de:

  • Estresse;

  • Ansiedade;

  • Depressão;

  • Febre.

Em casos raros, falar enquanto dorme pode ser sintoma de problemas de saúde mais sérios, como apneia obstrutiva do sono, bruxismo ou terror noturno. No entanto, ele está mais frequentemente associado a um intenso cansaço físico ou mental, ou mesmo a questões genéticas.

O que fazer para evitar o soniloquismo?

Como o estresse é um dos principais causadores do ato de falar enquanto dorme, buscar maneiras de relaxar é uma das melhores maneiras de evitar o soniloquismo. Confira algumas dicas:

  • Diminua as fontes de estresse: Busque alternativas que ajudem você a aliviar o estresse diário, como yoga, massagens ou mesmo uma atividade de lazer com a família ou amigos, como ir ao cinema ou passear ao ar livre;
  • Pratique atividade física: Realizar exercícios tem efeitos positivos não só no seu físico, como ajuda a regular o humor e a se preparar para uma boa noite de sono. Evite, no entanto, se exercitar nas duas horas que antecedem o momento de ir para cama;
  • Diminua a exposição à luz: Sempre que for dormir, evite focos de luminosidade no quarto, especialmente da luz azul de aparelhos eletrônicos, como tablets, TVs e celulares, que interferem negativamente na qualidade do seu sono;
  • Fique atento à sua alimentação: Antes de ir para a cama, evite refeições pesadas e bebidas alcoólicas, que podem prejudicar o seu descanso e deixá-lo ainda mais suscetível a episódios de soniloquismo. Se sentir fome antes de ir deitar, prefira um chá ou leite com mel e passe longe de alimentos com excesso de açúcar ou gordura.

Gostou de entender por que, afinal, as pessoas têm o hábito de falar enquanto dorme? Então aproveite e faça agora mesmo  nosso teste do sono e descubra como está a qualidade do seu descanso!

MaxFlex

Por Maxflex

Oferecemos as melhores superfícies para repouso conscientizando os clientes sobre o impacto destas na qualidade do sono.

Comentários