Sono de Qualidade: Como saber se estou dormindo bem
Bem-estar Qualidade do sono

Sono de Qualidade: Como saber se estou dormindo bem

Ter um sono de qualidade é quase um privilégio nos dias de hoje. Segundo a ABS (Associação Brasileira do Sono) 75% dos brasileiros estão com problemas para dormir.

Porém, para saber se você está realmente dormindo bem não basta levar em conta apenas as tradicionais 08h de sono.

Na verdade, esse número é bastante relativo. Muitas pessoas conseguem dormir bem com somente 06h de sono enquanto outras precisam de quase 12h para poder alcançar um sono de qualidade.

Pensando nisso, nós decidimos criar este artigo para lhe ajudar a identificar se você está dormindo bem ou não.

Nas linhas abaixo você irá encontrar os 04 pilares que sustentam uma noite mal dormida, ou seja, se você apresentar um ou mais destes sintomas é possível que você não esteja tendo boas noites de sono.

Se for o seu caso, isso pode explicar diversos problemas que ocorrem no seu dia-a-dia e que podem ser facilmente contornados através de um sono de qualidade.

01 – Sono Constante

Um dos principiais sintomas de quem não consegue dormir bem é o sono constante ao longo do dia.

Por isso, se você:

  • Tem dificuldade para sair da cama pela manhã;

  • Pega no sono rapidamente quanto está assistindo alguma coisa;

  • Adormece com facilidade em ambientes quentes;

  • Tem muito sono depois de qualquer refeição completa;

  • Dorme rápido depois de deitar-se na cama;

  • Fica com sono enquanto está dirigindo;

  • Ou dorme mais nos finais de semana.

É sinal de que você não está conseguindo alcançar um sono de qualidade.

Porém, os sintomas de sono constante podem aparecer também na sua relação com o despertador.

Por exemplo, o simples fato de precisar de um despertador para acordar no mesmo horário todos os dias ou de utilizar várias vezes o botão “soneca” quando ele desperta já é sinal de que sua noite não foi bem dormida.

02 – Queda na produtividade

Outro sintoma importante que demonstra que suas noites não estão sendo bem aproveitadas é a queda na sua produtividade.

Por isso, se você notou que ultimamente está com cada vez menos criatividade ou demora demais para lembrar das coisas...

Você está dormindo mal!

Estes sintomas, muitas vezes, acabam sendo ignorados pela maioria das pessoas, mas a verdade é que essa queda na produtividade indica exatamente a falta do sono de qualidade.

Então, não precisa se desesperar. Sua memória e criatividade não foram embora, elas apenas deram lugar para o sono e necessidade de dormir melhor, resolvendo isso, sua vida voltará ao normal.

03 – Mudanças Físicas

Outra maneira bastante eficiente de descobrir se você tem dormido mal a noite são os sinais que o corpo lhe fornece ao longo do dia.

Por exemplo, se você:

  • Está com olheiras marcantes;

  • Sente-se muito cansado e irritado durante a semana;

  • Fica meio “aéreo” depois que anoitece;

  • E sente dor ou formigamento nas pernas antes de dormir...

É bem provável que tudo isso seja efeito de noites mal dormidas.

Por isso, trabalhar para alcançar um sono de qualidade é o melhor caminho para evitar esses sinais físicos que seu corpo apresenta e que, certamente, acabam atrapalhando o seu dia-a-dia.

04 – Mudanças no Sono

As mudanças repentinas no sono também são um sinal de que alguma coisa não está bem com as suas noites.

Um sono de qualidade, como vimos, não tem a ver com a quantidade de horas que você passa na cama.

Na verdade, muitas pessoas dormem até 12h ou mais e continuam dormindo mal, mesmo passando tanto tempo “descansando”.

Estas mudanças, ou distúrbios do sono, são as principais características de quem não tem conseguido dormir direito.

Então, preste atenção em alguns detalhes das suas noites, como por exemplo:

  • Se você acorda muitas vezes durante a noite (mais de 02 já é um problema);

  • Acorda mais cedo do que gostaria e não consegue voltar a dormir;

  • Acorda apavorado ou assustado, seja no meio da noite ou pela manhã;

  • Ronca muito ou para de respirar subitamente durante o sono;

  • Anda, se mexe demais ou fala enquanto está dormindo.

Todos estes distúrbios do sono significam que você tem dormido mal e está muito distante do que a ciência considera ser um “sono de qualidade”.

Leia também: Apneia do Sono tem Cura? Saiba como lidar com o problema

E como mudar tudo isso?

Apesar de os sintomas serem muitos e acometerem mais de 75% dos brasileiros, existem algumas práticas que você pode inserir no seu dia-a-dia para melhorar as suas noites.

A primeira e mais importante delas está justamente na cama: colchão e travesseiro.

Um colchão com densidade inadequada ou que não foi feito pensando em um sono de qualidade pode trazer tantos problemas quanto um dia estressante.

Isso vale também para os travesseiros. Se você está dormindo com um travesseiro que não é suficientemente confortável é bem provável que isso esteja lhe impedindo de dormir bem.

Portanto, fique atento – principalmente – à sua cama, pois a resposta para as noites mal dormidas, o cansaço e a falta de produtividade que vem minando o seu dia-a-dia pode estar nela!

Gostou do artigo?

Visitando nosso blog, você encontra várias dicas valiosas para alcançar aquele sono de qualidade. Por isso, não esqueça de preencher o formulário abaixo e se inscrever na nossa newsletter. Assim você também recebe essas dicas diretamente no seu email...

MaxFlex

Por Maxflex

Oferecemos as melhores superfícies para repouso conscientizando os clientes sobre o impacto destas na qualidade do sono.